Curso de Paramotor para iniciantes | Escola Rio Paramotor

Curso de Paramotor para iniciantes

Blog | 4 | 28/06/2021

Tudo o que você precisa saber antes de aprender a voar.

Com instrução profissional e equipamentos de qualidade, o paramotor se torna um esporte  acessível e as melhores práticas fazem dele a melhor opção para quem deseja colocar aventura e emoção em sua vida!

Curso de Paramotor para iniciantes - 2

Tomando a decisão, OPEN SKY

Em geral o interessado no curso de paramotor tem acesso a esse lindo esporte vendo pilotos voando em praias, assistindo episódios de aventuras do querido Sylvestre Campe do Aéreas ou pela internet. A nossa principal recomendação para quem deseja começar é buscar uma escola capacitada e realizar um voo de instrução para saber se realmente o esporte é aquilo que se está buscando.

Na Escola Rioparamotor temos o módulo APPI OPEN SKY. Nesse curso rápido de um dia, o interessado realiza uma vivência completa no mundo do paramotor com instruções básicas de todos os aspectos do curso regular, aprende a se conectar na selete, conhece alguns aspectos da asa e faz alguns exercícios de controle, conhece o motor, coloca nas costas e acelera.

Concluído esse módulo que leva cerca de 2 horas, o iniciante decola com um instrutor em um voo duplo onde realiza uma pilotagem assistida, vira a aeronave em voo, ganha e perde altura, tem uma verdadeira experiência de comandar o paramotor.

Ao fim do APPI OPEN SKY o iniciante têm todas as condições de avaliar se o paramotor é mesmo o que ele estava buscando, porque no meio de todo essa imersão ele pode tirar todas as dúvidas e conhecer todos os aspectos possíveis do curso, além de assistir pilotos em curso treinando, voando, conhecer pilotos da escola que já concluíram, essa é a MELHOR forma de iniciar.

O OPEN SKY têm um investimento de R$ 600,00 com a grande vantagem de poder ser abatido do valor principal caso o iniciante decida se matricular no curso principal. Se essa decisão for no mesmo dia, nem mesmo esse valor precisa ser pago, já iniciamos com a assinatura do contrato e o pagamento da primeira parcela do curso. 

Curso de Paramotor para iniciantes - 4

Começando do começo

O curso regular de pilotos de paramotor começa com a assinatura de um contrato de informações dos riscos inerentes a atividade. Essa prática é uma exigência contida na RBAC 103, que normatiza a atividade do aerodesporto ao qual o paramotor está incluído.

O que precisa ficar claro nessa etapa é: Sim, o paramotor é um aerodesporto de alto risco, assim como tudo o que voa. Sim, você pode se ferir gravemente com a prática de paramotor ou até mesmo morrer, e isso precisa ficar claro, transparente e muito bem comunicado por escrito. A partir do momento que tratamos esse risco com rigor e comunicação clara, vem a parte mais legal disso tudo, que é ENTENDER que o gerenciamento desses riscos TORNA O PARAMOTOR UMA PRÁTICA MUITO SEGURA!


Aulas teóricas e Aulas práticas

O curso na Escola Rioparamotor é orientado pelo método da APPI, uma entidade Internacional que criou alguns parâmetros para a instrução. Por essa cartilha, nós temos um conjunto bem resumido de lições teóricas fundamentais que o iniciante absorve e utiliza enquanto realiza os treinamentos práticos.

A partir daí vamos evoluir muito nas técnicas de controle do velame ou asa. Muito suor nessa fase, treinamos, treinamos e treinamos com a asa até que ela faça tudo o que comandarmos. Essa etapa do treinamento pode ser realizada em locais amplos com bons ventos tanto no Rio de Janeiro(praias, Aterro do Flamengo) como na sede da nossa Escola.

Essa etapa de controle de asa funciona com muito treino e repetição e com isso, o movimento passa a incorporar no entendimento do aluno mais ou menos como quando aprendemos a andar de bicicleta, muita insistência.


"É NO TREINAMENTO DE CONTROLE DE VELAME QUE NASCE O PILOTO DE PARAMOTOR"

 


E o motor?

Após os treinos de controle de asa darem bons resultados, começamos a incluir o controle do motor para que o iniciante crie a habilidade. Esse treino desenvolve a capacidade do piloto em conter o motor nas costas, manter a postura, conter o efeito torque, aproveitar o empuxo. Nessa fase descobrimos que o ronco dos motores 2T fazem nossos corações baterem mais forte!

Nessa fase também começamos a incluir o capacete com fonia para criar e ambientar o entendimento da comunicação piloto - instrutor.

O treinamento de taxiamento de motor e posteriormente o taxiamento de motor já com o controle de asa são os pontos fortes dessa etapa, nesse momento do curso, com a repetição desses movimentos e com um intensivo CONTROLE MENTAL DE TODAS AS ETAPAS DO VOO, o iniciante pode realizar seu voo solo assim que o instrutor entender que ele está pronto!

Alguns exercícios complementares são muito úteis nessa etapa. Simulador de tirantes para permitir um entendimento das posições dos tirantes em voo, o cabo para exercícios de pouso e algumas outras atividades são realizadas antes do voo solo de formatura.


Curso de Paramotor para iniciantes - 8

E chega o grande dia do voo solo!

O aluno se preparou muito para chegar até aqui! O grande dia de solar, de se tornar piloto de paramotor chega e tão importante quanto colocar em prática é manter o seu controle mental absolutamente em ordem para que a ansiedade não atrapalhe.

No dia do voo solo, o instrutor escolhe as melhores condições climáticas do dia e detalhe todas as etapas do voo, repassa todo o aprendizado, repete os movimentos com o aluno, decola com o equipamento de voo para demonstrar que tudo está nas mais perfeitas condições. 

Aluno e instrutor testam e checam o rádio, existem procedimentos de segurança para todos os aspectos dessa operação. Até se faltar a comunicação por rádio, alguns comandos são combinados por sinais para orientar o pouso do novo piloto.

O dia do voo solo é muito especial, o aluno jamais vai esquecer dos mínimos detalhes portanto realizar tudo nos mínimos detalhes conforme o combinado para que essa experiência marcante seja muito positiva é muito importante. O voo deve ocorrer com calma, com fluidez e o piloto deve ser capaz de desfrutar desse verdadeiro prêmio que é estar nos céus por conta própria pela primeira vez. O dia do voo solo é um dia de muita alegria para o novo piloto, é uma verdadeira festa no pouso para comemorar esse ciclo que acaba de se fechar desde o momento em que o aluno chega e começa seus treinos até o pouso de sua formatura!


EM DIA DE VOO SOLO INAUGURAL SAUDAMOS PARA VALER APÓS O POUSO, QUE SEJA UMA EXPERIÊNCIA MARCANTE POR TODA A VIDA, O DIA EM QUE VOCÊ EXPERIMENTOU ESTAR NOS CÉUS POR SEUS PRÓPRIOS MEIOS!

Sequência de voos supervisionados


A partir do momento em que o piloto já está formado e solado, o passo final para que se conclua a grade de treinamentos é uma sequência de voos supervisionados. Nesses voos o aluno vai aprender e aprimorar suas habilidades até que seja perfeitamente capaz de preparar seu voo, avaliar as condições para decolagem ou não, decolar, voar e navegar e pousar com total segurança

Na escola Rioparamotor são 12 voos supervisionados. Do voo 2 ao voo 5 a ênfase maior é em acertar e aprimorar seus pousos e decolagens. Daí por diante realizamos alguns exercícios em voo para aprimorar a pilotagem. Nos últimos voos o aluno já realizou toque e arremetida. Se forem necessários mais voos para que o piloto melhore suas habilidades esses serão realizados.

O paramotor é uma prática que sempre pode ser realizada por um grupo de pilotos. Essa talvez seja a grande vantagem de realizar seu treinamento em uma Escola conceituada. Lá o piloto vai fazer muitas amizades, terá a oportunidade de voar e planejar voos com seus pares e participar do cronograma de atividades da Escola, que inclui cursos de aperfeiçoamento, viagens de paramotor e muitos, mas MUITOS VOOS!!

Piloto formado, tem prova? E o equipamento, aluga?


Últimos, voos, aquele momento de encerrar as atividades do curso vai chegando e agora vem aquele friozinho na barriga, e agora?

Lá no início da apresentação sobre a formação de piloto nós recomendamos ao aluno que não compre seus equipamentos sem ter certeza que seu curso se encaminhou bem, que você se adequou bem ao paramotor e que de fato você não só vai se formar como realizar voos com frequência, então, com a proximidade do fim do curso você precisará comprar seu paramotor. Esse assunto já cria um tópico a parte aqui no blog, mas resumidamente podemos dizer que você vai levar os seguintes itens em consideração ao comprar seu paramotor:

- Seu peso
- Seu orçamento
- Seus objetivos de voo

Seu peso irá definir a potência do seu motor, quanto mais pesado mais você precisará de um motor robusto para facilitar suas decolagens, e se você é um piloto leve tem condições de definir isso de maneira mais flexível. Seu orçamento irá impor dentro da sua escolha se será um equipamento nacional, importado, novo ou usado, temos muitas opções no mercado. E seus objetivos de médio e longo prazo no voo, como futuramente voar duplo, realizar voos mais longos e demorados para adquirir um equipamento com maior tanque de combustível,  e por ai vai. O mesmo vale para a asa nesses quesitos, sendo que na escolha da sua asa, seu instrutor terá um papel de aconselhamento mais firme porque ao sair da escola você precisa voar em uma asa que acompanhe seu nível de habilidade. 

Dificilmente o piloto que acaba de se formar irá encontrar disponibilidade de locação de equipamentos para voar. Todas essas questões de peso, tamanho de asa e projeto fazem com que os equipamentos sejam muito específicos para quem vai voar.

Outro tema importante é no que diz respeito a regulamentação. Ao se formar piloto, a legislação não obriga o novo piloto a ser habilitado por nenhuma entidade governamental ou não. A única exigência é que ele faça uma prova de conhecimentos do espaço aéreo e que em sendo aprovado nesse teste ele tire o seu "certificado de aerodesportista" pela ANAC. Esse certificado garante que você sabe avaliar onde e quanto pode decolar com seu paramotor. Existe também uma exigência de emitir um "certificado da aeronave" que consiste em emitir um documento e adesivar um numeral em sua asa. Todos esses procedimentos são muito bem explicados no curso. 



Curso de Paramotor para iniciantes - 13

Piloto formado é piloto molhado!

Chega o grande dia do jato de água na cabeça. Pronto, trote, festa, cobrança de um churrasco (não oficial na Escola, exigência dos pilotos que criarão um inferno na vida do iniciante se ele não pagar logo o churrasco) e todos os seus esforços produziram efeito, agora você pode voar de paramotor e desfrutar desse esporte maravilhoso.



Informações do curso regular de paramotor da Escola Rioparamotor:

Duração: Indeterminada, depende do aluno formar as habilidades e da disponibilidade em marcação das aulas, em geral 25 horas de treino até o voo solo e mais algumas aulas para os voos supervisionados. Pilotos que treinam apenas no fim de semana o curso dura cerca de 2 a 3 meses. No intensivo é possível realizar o curso em 15 dias.

Equipamentos para uso no curso: inclusos. Asas e motores de excelente qualidade e revisados.

Local: Os treinos que não envolvem voo podem ser feitos no Rio de Janeiro, os voos supervisionados serão sempre em Itaipuaçu  em frente a SEDE DA ESCOLA. 

Investimento: 5 parcelas de R$ 1.300,00 e desconto de 10% para pagamento a vista.


Não esqueça,

Apenas voe!


Comentários

Escreva um comentário antes de enviar

Houve um erro ao enviar comentário, tente novamente

Por favor, digite seu nome
Por favor, digite seu e-mail
Chama no whats!
Chama no whats!

Escola Rio Paramotor

online

Olá! Como posso ajudá-lo?

envia ao whatsapp